Arquivo de Notícias
Página inicial » Arquivo de Notícias » Dia Mundial contra a Sida
Dia Mundial contra a Sida
Ficou internacionalmente instituído que o dia 1 de dezembro se tornasse símbolo do combate ao Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) e da consciencialização desta doença, que afeta cerca de 33 milhões de pessoas em todo o mundo.

O VIH/SIDA é um vírus vigoroso que, ao invadir o organismo, dirige-se ao sistema sanguíneo onde começa imediatamente a reproduzir-se, atacando rapidamente o sistema imunológico, arruinando as células de defesa do organismo. Os infetados pelo vírus, com a imunidade fragilizada, ficam debilitados e vulneráveis a vários tipos de doenças, nomeadamente, a invasões de micróbios, bactérias e infeções em diversas zonas vitais do organismo. Quando uma pessoa está infetada com o VIH diz-se que é seropositiva.

A SIDA transmite-se através de relações sexuais não protegidas, do contacto com sangue infetado, de mãe para filho durante a gravidez, parto e/ou amamentação. Porém, não há risco de transmissão da doença através do ar, dos alimentos, da água, da partilha de louça, talheres, sanitas ou qualquer outro meio que não esteja em contacto com sangue, sémen, fluídos vaginais ou leite materno. O vírus também não se transmite através do suor, das lágrimas, da saliva ou das secreções nasais desde que, mais uma vez, estas não tenham sangue associado. O beijo na cara, o abraço ou o aperto de mão usados nos contactos socias também não são vias de transmissão da doença.

As pessoas que mantêm relações sexuais desprotegidas com vários parceiros, os toxicodependentes que consomem drogas com recurso a seringas/agulhas partilhadas ou outros indivíduos, por exemplo, profissionais da saúde ou tatuadores que usam ou manipulam agulhas não desinfetadas, continuam a ser os grupos potencialmente mais vulneráveis a contrair o VIH/SIDA. Este tipo de comportamentos de risco é transversal a jovens, adultos, idosos, homens, mulheres, independentemente da cor, raça, situação económica ou orientação sexual. Portanto, a sensibilização e a prevenção são indispensáveis.

Dia Mundial da Luta Contra a Sida