Arquivo de Notícias
Página inicial » Arquivo de Notícias » Os Riscos da Exposição Solar
Os Riscos da Exposição Solar

 
 Os Riscos da Exposição Solar

Multimédia

 


Vídeos

 

Vigie a sua pele.

Vigie a sua pele.
Fonte: La Roche-Posay Portugal

 

 

 

Como o sol nos vê.

Como o Sol nos vê.
Fonte: Thomas Leveritt

 

 

 

Cancro da Pele: Regras de Proteção.

Cancro da Pele: Regras de Proteção.
Fonte: HMS-Portugal

 

 

 

 

Ligações Externas

 

+ Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo
www.apcancrocutaneo.pt

Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo

 

 

 

      Medi-T 
Com a chegada do calor e do Verão as pessoas ficam mais expostas aos raios solares e é bom sentir o sol na pele! A pele é o maior órgão do corpo humano, constituindo 15% do peso corporal, e é responsável pela cobertura do organismo e sua proteção.

Benefícios A exposição solar, na medida certa, traz imensos benefícios ao ser humano, o que contribui para a saúde e bem-estar físico e psíquico, tais como:
 
- Fortalece os ossos e articulações;
- Reduz o risco de depressão;
- Aumenta a sensação de bem-estar;
- Melhora a qualidade do sono;
- Melhora o sistema imunológico;
- Diminui o colesterol.
 
Para o organismo produzir vitamina D, bastam cinco a dez minutos de exposição solar, duas vezes por semana, sempre evitando o período entre 11 e 16 horas (período em que a quantidade de raios UV é mais elevada).

Para o organismo produzir vitamina D, bastam cinco a dez minutos de exposição solar, duas vezes por semana, sempre evitando o período entre 11 e 16 horas (período em que a quantidade de raios UV é mais elevada).

Malefícios Mas existe também um lado negro do sol. Se a exposição solar e aos raios UV for excessiva podem causar problemas sérios, tais como:

- Queimaduras solares;
- Fotossensibilização;
- Envelhecimento precoce;
- Cancro da pele;
- Danos oculares;
- Alergias.

Recomendações e Cuidados
• Faça uma exposição solar cuidada, evitando as horas de maior intensidade;
• Exponha-se gradualmente ao sol, a pele necessita de tempo para se adaptar;
• Utilize uma camisola ou t-shirt e óculos de sol no exterior;
• Conheça a sua pele e faça um autoexame a cada 2 meses;
• Mantenha-se hidratado bebendo água e consumindo alimentos ricos em água, como fruta e legumes;
• Use protetor solar, mesmo com o tempo nublado.
 
O Protetor Solar
O protetor solar funciona como um filtro na sua pele contra os raios UV tendo em conta o tempo de exposição ao sol. Por exemplo, uma pessoa que passa 15 minutos ao sol sem protetor solar queima a pele em determinada quantidade que com um protetor de fator 10 demoraria.

 Deverá ter em consideração o seu tipo e cor de pele na escolha do protetor solar. Pessoas com pele mais clara possuem menor concentração de melanina e ficam mais vulneráveis aos danos do sol, pelo que devem fazer uso de protetor fator 30 e quem possui pele mais escura fator 15.

Deve sempre aplicar o protetor solar 30 minutos antes de iniciar a exposição solar e reaplicar a 2 horas ou quando se molha.

Para quem tem a pele muito clara: não insista em ficar bronzeado, isso só vai aumentar as hipóteses de ter cancro cutâneo no futuro. Aceite a sua cor!